Poema: Frio

Oi Girls, como estão? (eu estou congelando)
Eu achei um poema sobre estações do Diego Santana.

O frio do inverno
Que acalantou minhas angústias
Que tremeu meus gritos
Aproxima-se do fim
Num prenúncio de fluorescência

Essa transição silenciosa
Parece insossa quando percebo que a noto
Vejo o tempo em sua divisões milimétricas

Suporto a dor a cada dia com conforto
Quero senti-la na próxima estação.

    Perfeito né!?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos verificar seu comentário!
Obrigada por te-lo feito!