Poema: Ei Mina


Eu estava ali na esquina da sua casa
Te olhando o tempo todo
Admirando seu jeito de ser
Você pensando em mim e eu pensando em você
E um dia esse clima se transforma em amizade
Que eu te olho cada vez mais, de jeito um crazy de me apaixonar

A mina, você nem deve dar bola para mim
Eu sei que você importa um pouco comigo
Nem preciso dizer como eu sou de verdade
Sou um louco, meio biruta das ideia
Um sem coragem de dizer pra você mina
Amada garota, não me deixe só neste caminho triste

Um dia desse nos esbarramos pelas ruas
Vocês com suas amigas
Eu sentado só com a cabeça vazia
Você conversando com as amigas e me olhando todo tempo
E eu a observando quetinho na minha

Você veio até mim perguntando meu nome com um sorriso muito lindo
Com seu rosto belo, seu jeito meigo, o cheiro doce do seu perfume
Deixa de lado suas amigas e veio pro meu lado

Me convida para uma volta no parque
Você querendo saber um pouco mais de mim
Me olhando como se eu fosse um cara diferente
Eu não sei o que eu tenho de tão especial, que curtiu as coisinhas que eu fazia por ela

Me pergunta se poderia juntar suas mãos nas minhas
Olhei para ela e disse: Claro minha linda
Ela em vez de juntar as nossas mãos faz um carinho e uns chameguinhos

As horas se passam
Foi difícil a despedida
Eu não quero partir!
Eu sei que nesses momentos o coração aperta e lágrimas nos caem dos olhos
Olho para ela pedindo pra não chorar
Então ela me dá o numero de seu celular

Antes de partir ela me dá um beijo
Me abraça

Coração começa a tremer por essa mina
Me apaixonei ainda mais por ela
Quando o beijo acabou, perguntei a ela: Ei mina, você quer namorar comigo?


E ai gente? O que acharam?
Esse poema é do meu Amigo/Irmão Pierre Silva, eu amo os poemas dele, vou ver se ele escreve mais.
Beijinhos Dourados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos verificar seu comentário!
Obrigada por te-lo feito!