Bem e Mal


Hoje eu estava pensando sobre o bem e o mal. Não sei o porque, mas, de repente, comecei a pensar que uma pessoa nunca é inteiramente má ou inteiramente boa. Sempre há um pouco de bondade em uma pessoa perversa, assim como sempre haverá um pouco de malícia em uma pessoa boa.

No mundo não existem pessoas só com a bondade ou só com a maldade em seus corações. Não. Sempre haverá ambos, bondade e maldade, dentro de nossos corações e disso eu sou prova viva. A única diferença é que alguns acabam caindo para seu lado obscuro enquanto outros praticam o bem.

Mas, na minha opinião, até a pessoa mais pura de todo o mundo pode ser corrompida pelo ódio, um sentimento que pode ser despertado por vários motivos, inclusive por um amor, seja ele não correspondido ou ter o coração quebrado. E até a pior pessoa pode de render a bondade do amor e mudar.

O amor é capaz de fazer as pessoas mudarem.

Não sei como cheguei a essa conclusão, mas cheguei e acho que descobri o que me fez mudar tanto.

Mudei antes quando tive meu coração despedaçado e mudei agora de novo quando me ensinaram que é possível amar de novo.

E é por isso que eu acredito que todos podem mudar por alguém. Não seu modo de agir e de pensar, mas seus princípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos verificar seu comentário!
Obrigada por te-lo feito!